Os dois mundos de Astrid Jones, de A. S. King

18:14:00



"Eu pergunto a elas: tudo bem mentir para poder ser feliz?" (Pág. 74)

Astrid Jones é uma adolescente de dezessete anos que, ainda quando criança, saiu de Nova York com os pais e a irmã para morar em Unity Valley, uma cidadezinha na qual a sua avó materna passou boa parte da vida (e também onde foi enterrada). Cursando o último ano do Ensino Médio, a jovem faz parte de uma revista literária junto com dois amigos, Justin e Kristina, e frequenta as aulas de Filosofia da professora Steck, responsáveis por vários momentos de reflexão e questionamentos.

Cansada da vida que vem levando no interior e sentindo que, mesmo com o passar dos anos, não consegue se encaixar nesse local para o qual gostaria de nunca ter se mudado, Astrid encontra no ato de observar os aviões e mandar amor para os passageiros uma forma de se desligar da realidade. Todos os dias deita na mesa de piquenique no quintal de casa e imagina como essas pessoas lidam com seus problemas e situações que precisam enfrentar. 

Ignorando um pai totalmente desinteressado, uma mãe que só se preocupa com as aparências e uma irmã que parece ter aceitado que não pode ser nada mais do que uma "garota de cidade pequena", Astrid Jones vive tranquilamente em seus dois mundos, até o dia em que eles decidem se chocar.


Morando numa cidade à qual não pertence e numa casa onde ninguém parece se importar com algo além de futilidades, Astrid lida diariamente com necessidades que prefere guardar para si e segredos não só seus, mas também de Justin e Kristina, seus melhores (e únicos) amigos. Por não conseguir compartilhar alguns de seus pensamentos e sentimentos, ou mesmo entendê-los, a jovem prefere criar um universo só seu, deixando de lado os obstáculos presentes no seu caminho. Acontece que chega um momento em que fugir para essa outra dimensão não é mais possível. É preciso esclarecer as coisas, não para os fofoqueiros de Unity Valley, mas para si mesma.

Astrid é apaixonada por uma garota, Dee Roberts, que trabalha contigo no Buffet Maldonado, seu emprego de final de semana. Dee é uma lésbica assumida, enquanto Astrid não consegue definir a sua sexualidade, já que para ela essa definição não faz muito sentido, por isso as duas mantém um relacionamento secreto. O problema é que, com o tempo, uma cobrança para que a jovem "saia do armário" vai surgindo, afetando a sua relação.

Com uma escrita simples e uma forma leve de tratar assuntos tão importantes, A. S. King aborda sexualidade, aceitação e questões filosóficas num livro sobre uma garota de dezessete anos que não consegue entender o porquê de tantos rótulos e da necessidade de se afirmar em uma categoria para que os outros saibam o que você é.

A Astrid é uma ótima protagonista. Sempre mantendo o bom humor, essa personagem amadurece bastante durante o desenvolvimento da trama. A cada página ela vai aprendendo um pouco mais e ao chegar no final da obra é possível notar como a sua maneira de encarar as situações que lhe incomodavam mudou, como ela passa a tratar essas circunstâncias com mais sabedoria.


Outra coisa que me encantou nesse livro foi a Filosofia. Nunca li uma história do gênero young adult nem conheço alguma que aborde essa temática, inclusive não sabia que ela era tratada em Os dois mundos de Astrid Jones. Descobrir que questões filosóficas fazem parte dessa história foi uma grata surpresa e a forma como elas são colocadas me agradou muito. As aulas da professora Steck são marcadas por discussões, perguntas difíceis de responder e questionamentos que promovem reflexão, afinal, a Filosofia é isso.

Como mencionei no início da resenha, a Astrid gosta de deitar na mesa de piquenique no quintal de casa, olhar para os aviões e mandar amor para os passageiros neles. Transmitir amor para as pessoas é algo que ela faz com frequência, mas a abordagem desse seu relacionamento com os passageiros ficou meio solta no enredo. Em alguns capítulos são adicionados depoimentos de pessoas que estão num determinado avião, onde elas falam sobre suas vidas e compartilham situações. Na minha opinião, isso poderia ser facilmente eliminado da obra, deixando apenas o significado dessa propagação de amor para pessoas desconhecidas. Apesar dessa parte não ter me agradado totalmente, não consiste num problema.

Os dois mundos de Astrid Jones foi uma leitura muito bacana, feita em um dia, que me deixou feliz e expressou alguns dos meus pensamentos em vários momentos. Adorei a escrita da A. S. King e com certeza pretendo ler outras de suas obras. Se você gosta de livros jovem adulto que tratam sobre a temática LGBT de uma forma simples e leve, fica aqui a minha recomendação.

"Como podemos dizer que ninguém é perfeito se não há perfeito a ser comparado? A perfeição implica em haver de fato um jeito certo e um jeito errado de ser. E que tipo de perfeição é a melhor? Estética? Psicológica? Mental?"  (Pág. 266)



Minha Estante #59
Título: Os dois mundos de Astrid Jones
Autor (a): A. S. King
Páginas: 288
Editora: Gutenberg
Nota: 5/5
Onde comprar: Amazon | Americanas | Extra | Livraria Saraiva | Submarino
Livro cedido em parceria com a editora

Gostei tanto do livro que também fiz resenha em vídeo, confiram!


Espero que vocês tenham gostado das duas resenhas! Se inscrevam no canal para receber as próximas atualizações, incluindo todos os vídeos do VEDA.
Já leram ou pretendem ler Os Dois Mundos de Astrid Jones? O que acharam dessa obra? Me contem nos comentários!
Beijos e até o próximo post!

♥ Banco de Séries | Facebook | Filmow | Goodreads | Instagram | Skoob | Twitter | YouTube ♥

You Might Also Like

8 comentários

  1. Oi, Gabi! Tudo bem? Adorei a resenha! Acho muito bacana quando uma leitura flui tanto ao ponto de a gente devorar a obra rapidamente. Esse é um livro que quero ler há um tempo e sua resenha só me fez ficar ainda mais animado para lê-lo.

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tony! Tudo e com você? Que bom que gostou! Sim, é uma sensação ótima hahaha Espero que goste da leitura tanto quanto eu. Beijos ♥

      Excluir
  2. Olá, tudo bem?
    Gostei bastante da sua resenha e o seu texto foi uma verdadeira descoberta para mim.
    Não sabia que o livro abordava um casal homoafetivo e nem sabia dessas questões filosóficas na obra. Isso, sem dúvidas, mostra que o livro é bem mais profundo do que eu imaginava.
    Ótima dica.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de abril. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Tudo ótimo e contigo? Sim, o livro traz temáticas bem importantes. Fico feliz que tenha gostado! Beijos ♥

      Excluir
  3. Olá, tudo bem?
    Já tinha ouvido falar nesse livro, mas somente de uns dias pra cá, realmente me interessei. Estou querendo ler ele logo, e sua resenha ficou muito boa, mas acho que não deveria tê - la lido. Encontrei spoiler '-', Mas tudo bem. Me parece interessante. Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo sim e contigo? Qual o spoiler? Tudo o que falei nas resenhas é exposto na sinopse ou logo no início da história.. Beijos ♥

      Excluir
  4. Olá, Gabi! Tudo bem?
    Estou sem palavras para os dois tipos de resenhas. Adorei, de verdade!
    Já havia visto alguns comentários sobre essa obra, mas nada que me deixasse com tanta vontade de conferir a história, como seu ponto de vista. Embora eu não more em uma cidade pequena, me sinto muitas vezes, como a protagonista desse livro. Ao todo, acho que vai ser fácil me identificar com a obra, o que resultará em um maior envolvimento.

    Tô com vontade de ir agora mesmo na livraria, haha.

    Ate mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Astrid parece mesmo uma personagem única, que apesar de sonhadora é também determinada. Eu já havia ficado apaixonada pela capa deste livro, mas com uma resenha tão detalhista e elogiosa como esta, fica impossível não querer ler o livro não é mesmo?! Só queria mesmo era ler um livro em um único dia... hehe.

    Beijo, Vanessa Meiser - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Não vai sair sem deixar um comentário, né? Sua opinião é muito importante para mim.
Por favor, deixe o link do seu blog no final do comentário, assim poderei retribuir a visita.
Obrigada. Volte sempre!

Layout por Gabrielle Oliveira. Tecnologia do Blogger.

Twitter

@blogfrasesperdidas

Subscribe