Término de um livro

19:43:00

Desde hoje cedo não parou de chover aqui onde eu moro, então, aproveitei esse tempinho bom dentro de casa pra ler "Cidades de Papel", de John Green. Dei início à leitura dessa obra terça-feira, no mesmo dia em que eu criei o blog. Para a minha tristeza, depois de algumas horas lendo, hoje a história chegou ao fim. Ah, como é ruim a sensação de acabar de ler um livro...
Independente de quanto tempo a gente leva pra ler um livro, um mês ou uma semana, três meses ou três dias, a mesma tristeza nos acompanha sempre que chegamos ao final dele. Durante a leitura nós conhecemos os personagens, nos identificamos ou não com algum deles, acompanhamos a sua vida no decorrer da história, criamos um conceito sobre cada um e acabamos pensando coisas em relação a eles do mesmo modo que pensamos sobre pessoas do nosso dia-a-dia: alunos da mesma escola, colegas do curso de inglês, amigos nas redes sociais, enfim, nos acostumamos com eles. 
É difícil aceitar que aquele livro acabou e simplesmente cada personagem morreu. Não necessariamente morreu no fim da narração, mas morreu nas nossas vidas, pois não iremos mais acompanhar seus pensamentos, suas ações, nada que diz respeito a ele. Porém, sempre tem aquele que é imortal, pois mesmo depois de meses e até anos que lemos determinada obra, ainda temos em mente a sua imagem e aquela característica que nos conquistou. 
Quando um livro acaba é sinal de que devemos nos libertar de alguns personagens para que tenhamos a chance de nos prender a outros que virão. 


You Might Also Like

0 comentários

Não vai sair sem deixar um comentário, né? Sua opinião é muito importante para mim.
Por favor, deixe o link do seu blog no final do comentário, assim poderei retribuir a visita.
Obrigada. Volte sempre!

Layout por Gabrielle Oliveira. Tecnologia do Blogger.

Twitter

@blogfrasesperdidas

Subscribe