Ultra Carnem - Além da Carne & Diário de uma Escrava

17:00:00

Em 2016, a DarkSide Books finalmente selou um pacto com o terror nacional. Agora no fim do ano estão sendo lançados dois títulos: Ultra Carnem - Além da Carne, de Cesar Bravo, e Diário de uma Escrava, de Rô Mierling. Como gostei muito da proposta dessas histórias e estou super curiosa sobre elas, decidi compartilhar essas novidades aqui com vocês.


Ultra Carnem expande em muito a mitologia criada por Cesar Bravo, dando detalhes assustadores sobre a infância e a obra maldita de Wladimir Lester, o estranho menino pintor. Além disso, o autor mostra até onde vai a fome de um homem desesperado pela fama ou por uma vida mais digna por direito. A caminhada segue sem pudores expondo a fragilidade de cada um de nós. Por fim, o leitor fica com a sensação de que nós, humanos, não devemos bancar o esperto. E que não existe a possibilidade de enganarmos o céu e o inferno.

A incursão de Bravo na literatura de horror aconteceu bem cedo, influenciada por sua personalidade e gosto pessoal. Mergulhado nos livros, nos filmes ou na arte em geral, não importava: essa atmosfera macabra esteve sempre presente. Em meados de 2011, abraçou o medo como matéria prima e decidiu dar início a uma carreira na literatura. Após auto-publicar antologias e romances na Amazon, ele foi ganhando cada vez mais visibilidade e se tornou querido e admirado entre os fãs de terror nacional. Em 2013, foi premiado no concurso de Novos Talentos da Literatura realizado pela FNAC.
Cesar é um admirador e seguidor dos grande mestres, devoto de Edgar Allan Poe e H.P. Lovecraft. Com uma voz única e muito brasileira, o terror nacional volta a respirar na pele da nova geração de autores e leitores sedentos por histórias que deem voz a nossa identidade, mas que nos levem muito além da carne.


No Brasil, todo ano, 250 mil pessoas desaparecem sem deixar vestígios. Desse total, 40 mil são menores de idade, dos quais um terço são meninas destinadas a fins sexuais. Muitas escapam ou são encontradas, contando histórias terríveis; outras nunca mais são vistas com vida. O sofrimento e as reviravoltas de uma menina sequestrada por um psicopata, mostrando o lado doentio e uma visão deturpada do sexo, e o uso da mulher como objeto sexual são os assuntos tratados pela escritora em Diário de uma Escrava
Laura é uma menina sequestrada e jogada no fundo de um buraco por alguém que todos imaginavam ser um bom homem. Ela vê sua vida mudar da noite para o dia, e passa a descrever com detalhes sinistros e íntimos cada dia, cada ato, cada dor que o sequestro e o aprisionamento lhe fazem passar. Estevão é homem casado, trabalhador, pai de família, mas que guarda em seu íntimo uma personalidade psicopata. Ele percorre ruas e cidades se apossando da vida de meninas ainda muito jovens, pois dentro de si uma voz afirma que é dele que elas precisam. Mergulhando fundo nessa fantasia, ele destrói vidas, famílias e sonhos, deixando atrás de si um rastro de dor e morte.

Narrado em parte em forma de diário, o livro acompanha mais de quatro anos da vida de Laura em um buraco embaixo da terra, período em que algo dentro dela também se modifica de uma forma inimaginável em busca da única maneira para sobreviver. Publicado originalmente na plataforma digital Wattpad, onde já teve mais de um milhão e meio de leituras, Diário de uma Escrava apresenta um retrato duro, cruel, abominável, mas infelizmente corriqueiro no Brasil e em todo o mundo.
Munida dos melhores livros e pesquisas sobre o assunto — incluindo de casos reais ocorridos na Europa e nos Estados Unidos — e também uma grande admiradora do trabalho de Ilana Casoy, Rô sabe que não podemos fechar os olhos para essa realidade. E é por isso que sua narrativa é detalhista e, por vezes, até impiedosa. No entanto, é através da ficção que ela tenta mostrar um sofrimento verdadeiro. Um de seus objetivos como escritora é mostrar, de forma crua e realista, como a mulher pode atingir “níveis degradantes através de situações impostas pelo homem e pela sociedade”. Para Mierling, “a escrita não tem sexo. A mente não tem sexo, e a imaginação e a criatividade muito menos”.

O que acharam desses lançamentos? Ficaram curiosos? Me contem nos comentários!
Beijos e até o próximo post!
(Tá rolando Top Comentarista, não deixe de participar!)

♥ Banco de Séries | Facebook | Filmow | Goodreads | Instagram | Skoob | Twitter | YouTube ♥

You Might Also Like

12 comentários

  1. Achei interessante a proposta do livro "Diário de uma escrava" que traz um assunto que é muito atual... e, nossa, nao sabia que no Brasil cerca de 13 mil meninas são sequestradas anualmente para fins sexuais, isso é preocupante demais. Acho que esta questão que o livro traz em forma de diário é muito pertinente e na nossa realidade muito mais deve ser feito pelas nossas autoridades.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Jailson! Também não tinha conhecimento desses dados. Beijos ♥

      Excluir
  2. Gente, eu estou bem ansiosa para ler Diário de uma Escrava.
    Essa capa de Ultra Carmem é linda demais!
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de seis anos de Caverna Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Estou louca para ter essa edição em mãos. Beijos ♥

      Excluir
  3. Gabi!
    Fiquei bem feliz em saber que a DarkSide está dando oportunidade para nossos autores nacionais.
    Bem ansiosa pelo lançamento dos dois livros, gosto muito da Rô Mierling.
    “Não há nada que faça um homem suspeitar tanto como o fato de saber pouco.” (Francis Bacon)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rudy! Também fiquei feliz. É sempre bom incentivar a leitura da literatura nacional. Beijos ♥

      Excluir
  4. Adoro os livros da Darkside, se pudesse teria todos!!!

    ResponderExcluir
  5. Fiquei super ansiosa para ler Diário de uma escrava, pela arte, pelo contexto da história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também fiquei, Lenny! Espero fazer isso em breve. Beijos ♥

      Excluir
  6. Muito bacana a Darkside investir em autores brasileiros. Temos grandes talentos também e precisando de apenas uma oportunidade. Parabéns, Darkside. Preciso ler Diário de uma Escrava.

    ResponderExcluir

Não vai sair sem deixar um comentário, né? Sua opinião é muito importante para mim.
Por favor, deixe o link do seu blog no final do comentário, assim poderei retribuir a visita.
Obrigada. Volte sempre!

Layout por Gabrielle Oliveira. Tecnologia do Blogger.

Twitter

@blogfrasesperdidas

Subscribe