O Amor de Uma Boa Mulher, de Alice Munro

17:00:00


"E assim a vida dela se precipitava, ela estava se tornando uma dessas pessoas que escapam. Uma mulher que, de forma chocante e incompreensível, havia aberto mão de tudo."

O Amor de Uma Boa Mulher é uma coletânea de oito contos vencedora do National Book Critics Circle Award (1998). Por se tratar de um compilado de pequenas histórias, não irei falar muito sobre as tramas em si, para não estragar as descobertas do leitor. 

Como o título sugere, a mulher é o foco da obra. Cada conto explora um tópico relacionado a essa temática, de modo que o livro aborda casamento, maternidade, trabalho fora de casa, entre outros aspectos, questionando a ideia que persistiu durante muito tempo de que a sociedade é responsável por determinar o papel da mulher, tirando-lhe totalmente o poder de escolha, e levantando pensamentos que o feminismo tem trazido à tona nos últimos anos.

Alice Munro ganhou o Prêmio Nobel de Literatura em 2013 e desde que eu vi uma resenha sobre O Amor de Uma Boa Mulher em 2014, se não me engano, fiquei bastante interessada pelo seu trabalho. Finalmente pude conhecê-lo agora em 2016 e me encantei. A escrita da autora é muito envolvente e o modo como ela desenvolve os personagens, os contos e o tópico presente em cada um deles é maravilhosa. 


O livro se passa nos anos 1950, época em que o machismo e outros preconceitos eram ainda mais intensos. Visando retratar a importância da igualdade entre os gêneros e como a sociedade se sentia no direito de impor padrões, principalmente para as mulheres, a autora constrói protagonistas complexas, responsáveis por incentivar o leitor a se colocar no lugar delas e pensar sobre fatores como as dificuldades existentes em relacionamentos entre mães e filhas, a "obrigatoriedade" de ser esposa e mãe e decorrências de uma gravidez não planejada, assuntos abordados nos meus contos favoritos da coletânea.

Um aspecto da narrativa que eu gostei bastante é a maneira como a história é conduzida. É preciso estar atento durante a leitura, pois algumas informações sobre o enredo e os personagens são reveladas em detalhes que podem passar despercebidos. O jeito com que a Alice desenvolve a trama e vai aplicando reflexões nela é muito leve, de modo que nem todas as pistas são captadas pelo leitor. 

É necessário ter em mente que o desenvolvimento dos contos é maravilhoso, porém nem sempre eles possuem um final. Dar um desfecho preciso para cada um não é o objetivo da autora, mas sim explorar cada protagonista e as questões promovidas no decorrer das tramas. Confesso que não gostei tanto dos dois primeiros contos e acho que parte desse sentimento se deu por eu não estar acostumada com a narrativa de Munro, mas o restante deles oscilaram entre 4 e 5 estrelas. 

O caráter feminista é extremamente presente em O Amor de Uma Boa Mulher e os ideais desse movimento são transmitidos de forma muito inteligente. É impossível não parar para refletir durante a leitura, para tentar entender o que se passa na vida daquelas mulheres. Com certeza pretendo ler outras obras da autora e essa leitura está super recomendada.


Minha Estante #76
Título: O Amor de Uma Boa Mulher
Autor (a): Alice Munro
Páginas: 376
Editora: Companhia das Letras
Nota: 5/5
Onde comprar: Amazon | Americanas | Livraria CulturaLivraria Saraiva 



Já leram O Amor de Uma Boa Mulher ou outro livro da Alice Munro? O que acharam? Me contem nos comentários!
Beijos e até o próximo post!
(Tá rolando Top Comentarista, não deixe de participar!)

♥ Banco de Séries | Facebook | Filmow | Goodreads | Instagram | Skoob | Twitter | YouTube ♥

You Might Also Like

18 comentários

  1. "Muro é tão sensível quanto Tchékhov na construção de seus personagens" (contracapa do livro)
    Nunca li nada dessa autora, mas já li um conto do Tchékhov do livro "Assassinato e outras histórias" e gostei bastante! Pela comparação, a escrita dela deve levar realmente o leitor a uma reflexão, assim como aquele o faz. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A escrita da Alice Munro é maravilhosa. Ainda não li nada do Tchékhov, mas tenho vontade de conhecer esse livro dele. Beijos ♥

      Excluir
  2. Esse livro parece ser bem interessante, o assunto abordado é ótimo, deve ter rendido contos muito bons. E eu adoro livros de contos em geral. Fiquei curiosa pra ler esse, mas como estou cheia de livros pra ler, talvez eu não o leia no momento, mas vai pra lista de desejados.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto bastante de livros de contos. Quando puder, dê uma chance a esse. Beijos ♥

      Excluir
  3. Olá,
    Já ouvi muitos comentários positivos sobre essa autora. Quero algum dia ler os livros dela. Até tenho alguns aqui, mas vivo adiando a leitura. Estou no começo de um momento turbulento na minha vida, mas quem sabe um dia.

    Sua resenha ficou incrível.
    Um abraço,
    http://julietincrisis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Fico feliz que tenha gostado! Eu gostei muito do trabalho da Alice Munro e já quero ler outras coisas dela. Assim que puder, dê uma chance a essa autora. Beijos ♥

      Excluir
  4. Não conhecia o livro e nem autora, mas por ser contos e ter a mulher como foco, daria uma chance sim.
    Adorei a foto na capa.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto bastante dessa foto. Vale a pena dar uma chance, Luiza! Beijos ♥

      Excluir
  5. Oie, tudo bom?
    Eu nunca li um livro tão ligado ao feminismo e essas coisas, sabe?
    E estou procurando livros legais para isso, me parece um ótimo livro para se aventurar nesse assunto que tenho muito a aprender ainda.
    Gostei da resenha e a capa é muito legal.

    Sessão Proibida †

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo ótimo e contigo? Entendo. Essa é uma ótima pedida para começar a ler mais coisas relacionadas ao assunto. Obrigada! Beijos ♥

      Excluir
  6. Não tem coisa melhor do que você ler um livro e ir conhecendo os detalhes sobre tudo bem aos poucos. Não sou muito ligada a tematica de livro, principalmente porque não participo de coisas feministas e tudo o mais, mas fiquei curiosa quanto aos contos, uma vez que o livro foi vencedor de um prêmio. Acho que vale a pena arriscar.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Eduarda. Vale a pena sim! O livro é muito bom. Beijos ♥

      Excluir
  7. Olá Gabi, tudo bem?

    Eu estou em uma vibe de ler livros de contos e isso por si só já me interessou. Descobrir que o livro é feminista e se passa nos anos 50, uma época que a mulher era reprimida e tratada como uma "empregada" me deixa com mais vontade ainda de lê-lo.
    Tenho uma ligação com autores que frizam a importância da mulher se impor na sociedade. Estou feliz em descobrir esse livro e satisfeita em saber que temas tão importantes estão sendo cada vez mais abordados e discutidos.
    Parabéns pela resenha, adorei!!

    Beijoos,

    Gnoma Leitora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Alice! Tudo sim e com você? Também gosto muito de autores que conseguem abordar esse tema em suas obras de uma forma bacana. Acho que você vai gostar bastante desse livro. Muito obrigada! Fico feliz que tenha gostado. Beijos ♥

      Excluir
  8. Achei muito legal a proposta do livro. Admito não gostar muito de contos, mas a tematica desse livro me interessa muito. Achei muito interessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Lara! Mesmo não sendo uma grande fã de contos, vale a pena dar uma chance a esses. Beijos ♥

      Excluir
  9. Gabi!
    Adoro livros de contos e fiquei ainda mais feliz porque são baseados em mulheres e são dos anos 50, uma época bem controversa para nós mulheres.
    “Saber quando se deve esperar é o grande segredo do sucesso.” (Xavier Maistre)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rudy! Acredito que você irá adorar esse livro. Quando ler, me conta o que achou. Beijos ♥

      Excluir

Não vai sair sem deixar um comentário, né? Sua opinião é muito importante para mim.
Por favor, deixe o link do seu blog no final do comentário, assim poderei retribuir a visita.
Obrigada. Volte sempre!

Layout por Gabrielle Oliveira. Tecnologia do Blogger.

Twitter

@blogfrasesperdidas

Subscribe