O Último Adeus, de Cynthia Hand

19:26:00


"Por que alguém como meu irmão, de quem todo mundo gostava, que era bonito, engraçado e popular, achava que sua vida era tão terrível a ponto de decidir acabar com ela?" (Pág. 192)

Alexis é uma adolescente de dezoito anos que está passando por um momento bastante complicado. Seu irmão, Tyler, apenas dois anos mais novo, cometeu suicídio. A atitude do jovem surpreendeu todos ao seu redor, já que ele aparentava ser um garoto saudável, afinal, participava do time de basquete, tinha amigos, namorada e estava sempre feliz. Ou melhor, parecia estar, pois a mensagem deixada por ele para sua mãe num post-it colado no espelho indica que, na verdade, Ty estava muito vazio. 


Alguns anos antes, após o divórcio dos pais, Tyler havia tentando se matar através da ingestão de um grande número de comprimidos, não obtendo sucesso. Essa lembrança tornou a culpa sentida por Lexie ainda maior, pois a garota pensa que poderia ter evitado a morte do irmão caso tivesse notado os sinais emitidos por ele. Numa tentativa de entender o porquê desse ocorrido e de encontrar uma maneira para lidar não só com a perda, mas também com as consequências provocadas por ela, sendo a principal a mudança de comportamento da sua mãe, que parece ter perdido toda a sua essência, a Lexie busca ser forte e preservar todas as memórias que tem de Ty.

O livro é narrado em primeira pessoa por meio de duas estruturas: capítulos que se passam no dia-a-dia da personagem principal e páginas do diário escrito por ela devido à indicação do seu terapeuta. No início, a ideia de descrever momentos vividos com Tyler num caderno não agradou Lexie, pois seria uma maneira de lembrá-la de possíveis sintomas do irmão que ela não soube identificar na época, ou seja, uma forma de tornar o seu sentimento de culpa ainda mais intenso. Aos poucos, a jovem percebe que na verdade esse seria um método para manter vivas as memórias que possui da sua vivência com Ty e do tempo em que ela, o irmão e os pais constituíam uma família feliz.


O Último Adeus trata não somente da depressão e do suicídio, dois temas que necessitam ser mais discutidos na nossa sociedade, mas também de todo o processo de luto, desde a fase de culpa, negação, até a de aceitação. A maneira como a autora conseguiu abordar essas temáticas tão difíceis foi bastante delicada, sensível e real, de modo que cada etapa da superação da protagonista é muito bem retratada e consegue tocar o leitor, tendo ele passado por uma situação parecida ou não. 

A Lexie é uma personagem muito cativante. A garota é uma nerd completa e em vários momentos faz referência à matemática (sua matéria favorita), ciência e literatura. O modo como ela conta sua história e compartilha suas memórias de Tyler, do período antes do divórcio, além da mudança que se deu na sua vida após a morte do irmão, é muito sincero. Essa honestidade da protagonista faz com que o leitor queira ajudá-la e fique ansioso pelo momento em que as coisas irão se acertar, em que a dor da perda irá diminuir e restará somente a parte feliz da existência de Ty.


Essa é a primeira obra do gênero YA contemporâneo escrita pela Cynthia Hand e vale a pena dar uma chance à leitura, mesmo que esse não seja o seu estilo literário favorito. A autora retratou a depressão, o suicídio e o luto de forma muito delicada. O livro não me emocionou tanto como eu esperava, confesso, mas de forma alguma isso afetou minha relação com ele. O Último Adeus é muito bom e está super recomendado.

"As pessoas que amamos nunca se vão realmente."


Minha Estante #63
Título: O Último Adeus
Autor (a): Cynthia Hand
Páginas: 352
Editora: DarkSide Books
Nota: 5/5
Onde comprar: Amazon | Americanas | FNAC | Saraiva | Submarino 
Livro cedido em parceria com a editora


Me contem nos comentários se vocês já leram ou querem ler O Último Adeus e o que vocês acharam da história. 
Beijos e até o próximo post! 

♥ Banco de Séries | Facebook | Filmow | Goodreads | Instagram | Skoob | Twitter | YouTube ♥

You Might Also Like

6 comentários

  1. Oi Gabrielle,
    Eu não conhecia o livro, mas gosto do gênero e a premissa é boa.
    Vou tentar ler sim, obrigada pela dica!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alessandra! Fico feliz que tenha gostado! Depois me conta o que achou do livro. Beijos ♥

      Excluir
  2. Olá, Gabi.
    Só por ser da DarkSide eu já quero ler hehe. Amo as edições deles. Mas a leitura parece ser interessante. Mesmo fugindo um pouco do que eu sempre vejo eles publicando. E confesso que amarelo é a cor que menos gosto hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sil! A edição de O Último Adeus tá linda! O livro pertence ao selo DarkLove, que abrange obras da editora com pegadas mais diferentes (suspenses psicológicos, viagens mágicas e afins). Beijos ♥

      Excluir
  3. Tive oportunidade de ter esse livro em mãos há pouco tempo na Leitura, e achei ele bem menor do que aparentava em todas as fotos que tinha visto! A edição da editora está tão linda e a temática é tão sensível que fica impossível não se entregar. Parabéns pela resenha!
    Gislaine | Paraíso da Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A DarkSide fez um trabalho maravilhoso nesse livro e a história é igualmente bonita. Fico feliz que tenha gostado! Beijos ♥

      Excluir

Não vai sair sem deixar um comentário, né? Sua opinião é muito importante para mim.
Por favor, deixe o link do seu blog no final do comentário, assim poderei retribuir a visita.
Obrigada. Volte sempre!

Layout por Gabrielle Oliveira. Tecnologia do Blogger.

Twitter

@blogfrasesperdidas

Subscribe